ESPECIALIDADES

 

 

A odontologia abrange uma série de cuidados e tratamentos com os dentes, a gengiva, maxila e a mandíbula. Por isso, é importante que cada problema seja resolvido com o auxílio de um profissional especialista. Conheça abaixo as principais especialidades odontológicas:

Cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial (BMF)

Dentística

Disfunção temporomandibular e dor orofacial (DTM)

Endodontia

Estomatologia

Implantodontia

Odontogeriatria

Odontopediatria

Odontologia do Trabalho

Odontologia legal

Odontologia para Pacientes com Necessidades Especiais

Ortodontia

Ortopedia funcional dos maxilares

Patologia Bucal

Periodontia

Prótese Bucomaxilofacial

Prótese Dentária

Radiologia odontológica e imaginologia

Ronco e apneia

Saúde Coletiva

Cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial (BMF)

Realiza o diagnóstico e tratamento cirúrgico e coadjuvante de doenças, traumatismos, lesões e demais anomalias congênitas e adquiridas do aparelho mastigatório e estruturas craniofaciais associadas.

A atuação dos profissionais para tratamento nesses casos prevê implantes, enxertos, transplantes e reimplantes, biópsias, cirurgia com finalidade protética, ortodôntica e ortognática.

Além disso, tratamento cirúrgico de cistos, afecções radiculares e periradiculares, doenças das glândulas salivares, tumores malignos da cavidade bucal e demais situações que necessitam de intervenção cirúrgica.

Outra função da cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial é solucionar problemas relacionados à perda de dentes de caráter agudo ou crônico, situação ocasionada por traumas, doenças periodontais, tumores, cáries, fraturas e tratamento de canal mal sucedido.

DENTÍSTICA

A Dentística é a especialidade da odontologia utilizada para clarear, aumentar ou diminuir os dentes, e corrigir imperfeições, ou seja, disfarçar detalhes que prejudicam a beleza e harmonia de um sorriso.

Entre os procedimentos realizados estão o clareamento dental, facetas, peeling gengival e restaurações estéticas. Todas as técnicas têm o foco na estética e no bem-estar do paciente.

 Para definir o melhor procedimento caso a caso, o profissional realiza diversas preparações dentárias, estuda a relação dos materiais restauradores com a estrutura dentária e o resto do organismo, e também verifica técnicas restauradoras existentes no mercado.

Disfunção temporomandibular e dor orofacial (DTM)

 

 

As disfunções temporomandibulares, conhecidas como DTM, são alterações funcionais que podem comprometer a função mastigatória, deglutição e a fala. Algumas situações podem indicar que a pessoa possui algum tipo de disfunção, como sentir dor durante a abertura e fechamento da boca, dificuldade na mastigação de determinados alimentos e barulhos de estalar na hora de abrir a boca.

O diagnóstico profissional da disfunção temporomandibular e dor orofacial busca desenvolver o melhor tratamento para as dores e desordens presentes no aparelho mastigatório, região orofacial e outras estruturas relacionadas.

ENDODONTIA

O tratamento endodôntico, popularmente conhecido como tratamento de canal, é indicado em casos de alterações por cárie, fraturas dentárias, trauma ortodôntico, trauma dentário, lesões endoperiodontais e outras doenças relacionadas.

Além do tratamento de canal, a endodontia é responsável por reestabelecer a normalidade dos tecidos pulpares por meio de curetagem pulpar, pulpotomia, pulpectomia ou por tratamento cirúrgico.

 Alguns sintomas podem indicar que a pessoa necessita consultar um especialista: dores nos dentes mesmo sem os estimular, dor intensa em contato com calor ou frio, dores constantes nos dentes, sangramento ou formação de pus na boca, febre associada a dores nos dentes.

ESTOMATOLOGIA

A estomatologia é uma especialidade odontológica, na qual o profissional busca prevenir, diagnosticar e tratar as doenças que se manifestam na cavidade da boca e no complexo maxilo-mandibular.

Caso o paciente já apresente alguma alteração na saúde bucal, o estomatologista poderá se deparar com uma infinidade de lesões, podendo ser benignas, malignas e de diversas origens. Entre as mais comuns estão úlceras (aftas), nódulos (caroços), bolhas e manchas e tumefações (aumento de volume).


 

Implantodontia

 

A Implantodontia é dedicada a reestabelecer as funções de mastigação e estéticas perdidas devido à ausência de um ou mais dentes. O processo prevê, para solucionar tais problemas, implantação na mandíbula e na maxila de materiais aloplásticos, direcionados a suportar próteses unitárias, parciais ou removíveis e próteses totais.

Para que o procedimento ocorra da melhor forma possível, é feito um diagnóstico das estruturas ósseas dos maxilares e das alterações das mucosas bucais, além das estruturas de suporte dos elementos dentários.

A técnica de implante dentário costuma levar algum tempo, pois é realizada em duas fases. Na primeira, ocorre a colocação dos implantes e a outra consiste na cicatrização óssea, etapa em que é realizada a confecção da prótese definitiva sobre o implante.

Odontogeriatria

 

A Odontogeriatria é a especialidade odontológica que estuda os fenômenos decorrentes do envelhecimento, com repercussão na boca e nas estruturas associadas, além de promover a saúde, diagnosticar, prevenir e tratar das enfermidades bucais e do sistema estomatognático do idoso.

Ao tratar dos idosos, o profissional considera sempre a grande variação relacionada às condições sistêmicas, psicológicas e sociais, além das inúmeras mudanças ocasionadas pelo processo natural de envelhecimento.

Odontopediatria

 

Responsável por cuidar da saúde bucal durante a infância, a Odontopediatria trata e preserva os dentes de leite, que possuem importantes funções no desenvolvimento dos ossos da face. A especialidade também atua na preservação do espaço para os dentes permanentes e no desenvolvimento da fala e mastigação dos alimentos.

O odontopediatra é de extrema importância para que o indivíduo cresça preocupado com sua saúde bucal. Além de serem responsáveis pela higiene das crianças que já possuem dentição, os profissionais tratam de bebês e gestantes. 

É recomendável que as grávidas procurarem o odontopediatra para conhecer os cuidados que deverão ter com a saúde bucal de seus filhos após o nascimento.

Odontologia do Trabalho

 

É uma área que abrange a prevenção e o diagnóstico de doenças do complexo bucomaxilofacial que possam ser ocasionadas pela atividade laboral. O intuito é evitar acidentes do trabalho por causas odontológicas, contribuindo assim para a saúde e bem-estar do trabalhador e, consequentemente, para a produtividade da organização.

A Odontologia do Trabalho estimula principalmente a prevenção. Dessa forma, consegue-se minimizar os danos e prejuízos indiretos e diretos à saúde, que podem ser reduzidos quando o diagnóstico é feito de maneira adequada.

Odontologia legal

 

Desconhecida do grande público, a odontologia legal trata da tanatologia (investigação da identificação humana pós-morte e problemas médico-legais relacionados a ela), infortunística (estudo dos acidentes de trabalho e suas consequências) e da deontologia (estudo dos princípios, fundamentos e sistemas de moral) em todos seus aspectos.

Esta área desempenha um importante papel no dia a dia da sociedade, realizando principalmente perícias cíveis e criminais. Com isso, consegue contribuir para a aplicação da lei sem que sejam cometidas injustiças por desconhecimento dos magistrados sobre a Ciência Odontológica.

Odontologia para Pacientes com Necessidades Especiais

 

Na Odontologia para Pacientes com Necessidades Especiais, o profissional atua dentro de uma estrutura transdisciplinar com outros profissionais da saúde e áreas correlatas com o paciente, visando promover o bem-estar da pessoa e da sua saúde bucal.

As necessidades especiais são classificadas em três grupos principais: malformação congênita, alterações comportamentais e alterações físicas adquiridas.

Ortodontia

 

A Ortodontia é a área voltada à correção da posição dos dentes e ossos maxilares que se encontram posicionados de forma inadequada. 

Diante dessas consequências, é essencial a atuação do ortodontista, pois através do tratamento ortodôntico será proporcionado ao paciente uma boca mais saudável e uma bela aparência.

Ortopedia funcional dos maxilares

 

A Ortopedia Funcional dos Maxilares é uma especialidade odontológica que trata as divergências do crescimento ósseo entre a maxila e a mandíbula, redirecionando, estimulando e até mesmo restringindo o crescimento por meio de aparelhos bucais.

Com técnicas não agressivas, a especialidade permite criar uma aparência equilibrada e harmônica da face, evitando problemas de autoestima e alterações futuras de mau posicionamento dos dentes, desequilíbrio de oclusão e até disfunções da articulação temporomandibular (ATM).

Patologia Bucal

 

A Patologia Bucal busca as alterações e doenças que acometem o complexo bucomaxilofacial, visando o diagnóstico final e o prognóstico dessas mudanças por meio de recursos técnicos e laboratoriais.

O tratamento cirúrgico dessas doenças varia de acordo com a gravidade e especificidade do caso. O patologista bucal se depara com inúmeras doenças que se manifestam na cavidade oral. A origem desses problemas pode ser:

  • Neoplástica: neoplasias tanto benignas quanto malignas.

  • Infecciosa: vírus, bactérias, fungos, protozoários.

  • Injúrias teciduais: físicas ou químicas.

  • Imunológicas: processos alérgicos e autoimunes.

Periodontia

 

A Periodontia cuida da gengiva, ossos e ligamento periodontal. Esta especialidade é responsável por diagnosticar, prevenir e tratar das doenças que atingem os tecidos de sustentação dos dentes. 

Quando as patologias periodontais não são diagnosticadas e tratadas precocemente, a doença gengival pode se propagar, destruindo os ossos e tecidos que circundam e sustentam os dentes, resultando na mobilidade e perda dos dentes.

O periodontista realiza a avaliação diagnóstica e planejamento do tratamento. No tratamento auxilia o controle dos problemas, sequelas e possíveis danos causados por esse problema. Caso seja necessário, efetua a colocação de implantes e enxertos ósseos para melhorar a saúde do paciente.

Prótese Bucomaxilofacial

 

A Prótese Bucomaxilofacial é uma especialidade que procura reabilitar pessoas com malformação ou mutilações na região facial, que podem ter origem patogênica, congênita ou traumática. A atuação do profissional visa à reparação por meio de próteses.

 

 

Prótese Dentária

 

A prótese dentária tem como objetivo o reestabelecimento e manutenção das funções do sistema estomatognático, responsável por agregar as estruturas bucais que desenvolvem funções comuns, tendo como característica constante a participação da mandíbula.

O especialista realiza o diagnóstico, prognóstico, tratamento e controle dos distúrbios crâniomandibulares e de oclusão. Para isso, podem ser usadas tanto prótese fixa, prótese removível ou prótese sobre implantes.

As próteses dentárias são aparelhos protéticos que substituem os dentes naturais perdidos. Para que o sistema mastigatório funcione corretamente, os dentes precisam estar em equilíbrio, porém, quando um é perdido, ocorre o desequilíbrio dessas forças, fazendo com que os dentes se movimentem para compensar a perda.

Radiologia odontológica e imaginologia

 

A radiologia odontológica e imaginologia são métodos exploratórios por imagem com o objetivo de diagnosticar, acompanhar e documentar as regiões bucomaxilofaciais e estruturas anexas.

Para identificar possíveis alterações no bem-estar bucal do paciente, o profissional utiliza técnicas como a radiologia convencional e digitalizada, subtração, tomografia convencional e computadorizada, ressonância magnética, ultrassonografia, entre outros métodos.

Ao empregar estas técnicas, a Radiologia Odontológica consegue obter uma imagem interna das estruturas de determinada região anatômica, incluindo ossos e estruturas. Dessa forma, é possível analisar problemas que seriam impossíveis de detectar a olho nu.

 

 

Ronco e apneia

 

Tanto o ronco quanto a apneia são distúrbios do sono. O ronco é caracterizado pelo estreitamento do espaço faríngeo. Dessa forma, o volume de ar necessário precisa ser inspirado a uma velocidade maior, resultando na vibração de tecidos moles como palato mole, úvula, língua e outros.

A apneia é a interrupção da respiração em decorrência do fechamento da passagem do ar ao nível da garganta, que pode durar vários segundos. A pessoa só volta a respirar quando um reflexo do organismo consegue reabrir a passagem do ar.

O profissional especializado em ronco e apneia é capacitado para interpretar uma polissonografia e pode identificar e prevenir problemas como o ronco comum, bruxismo e apneia. 

Saúde Coletiva

 

Saúde Coletiva caracteriza-se como uma das formas mais complexas de estudar as doenças bucais que podem atingir determinada comunidade. O profissional possui conhecimentos em como promover, prevenir, tratar e reabilitar uma população alvo de determinada patologia.

O estudo da Saúde Coletiva ocorre através de análise, organização, planejamento, execução e avaliação de serviços, projetos ou programas de saúde bucal. Todos esses elementos são direcionados a grupos populacionais específicos, com grande ênfase na prevenção das doenças odontológicas.