Espaço Kids

 

Desde os dois anos de idade o dentista deve fazer parte da saúde das crianças, mas é logo após o nascimento que os primeiros cuidados bucais devem iniciar. Aqui na Dentville, possuímos estrutura e profissionais especializados para atender crianças e adolescentes.  Confira algumas dicas sobre os cuidados nesta fase da vida:

·      Bebês 

Os cuidados com a saúde bucal devem se iniciar já no primeiro ano de vida, mesmo quando a criança ainda não possui dentes. É nesse período que se iniciam os hábitos de higiene oral, amamentação, alimentação e uso de chupetas, que podem levar ao aparecimento de cáries, gengivite e problemas de mordida. 

Para prevenir esses problemas, algumas dicas devem ser seguidas pelos pais:

  1.  Logo após o bebê mamar, limpe a boca dele, em especial à noite. Mamar nesse período é uma das principais causas de cáries em bebês.
  2. Não deixe o bebê dormir com a mamadeira.
  3. Não beije a boca do bebê, assopre na comida que servirá a ele ou use os mesmos copos e talheres: a cárie é uma doença transmissível e pode ser passada para a criança.

 

·      Cuidados básicos 

A criança deve realizar a primeira consulta no dentista aos dois anos, já que nessa época ela está suscetível a problemas de gengiva, cáries e problemas de mordida. É preferível que a primeira visita ao profissional seja preventiva. 

Na hora da escovação, que deve acontecer pelo menos três vezes ao dia, é necessário usar uma pequena quantidade de creme dental com flúor e uma escova de cerdas macias, fazendo movimentos para frente e para trás. Além disso, o fio dental deve ser passado em todos os dentes uma vez ao dia.  

Os pais também devem cuidar com as quedas, já que entre o primeiro e segundo ano de vida a criança está aprendendo a dar os primeiros passos e os incidentes podem envolver a região bucal. Em sinal de alguma complicação, o dentista deve ser consultado.

A criança também deve receber um cuidado especial na fase da mordida, já que morder objetos duros pode prejudicar a dentição. Para resolver o problema, façam uma lista juntos com os itens que não devem ser mordidos. 

 

·      Dente de leite

Os dentes de leite nascem com a função de guia para que os dentes permanentes nasçam corretamente. Por isso, é importante cuidar deles já que, caso ele caia antes da hora, o dente permanente nasce compactado (preso ao osso) e seu desenvolvimento é dificultado. 

Os dentes da frente nascem a partir dos seis meses de vida até os 12 meses, e entre os 18 e 36 meses já surgem os dentes traseiros. Eles determinam a saúde geral da criança, já que participam da mastigação e deglutição, e do convívio social, pois os dentes de leite influenciam na fala da criança e no seu sorriso.

Com cerca de seis anos, a criança começa a perder os dentes de leite e crescem os dentes permanentes. É importante que os pais fiquem atentos ao nascimento do primeiro molar permanente da criança, que é muito propenso ao desenvolvimento de cárie. A troca dos dentes acontece até os 11 anos.

  

·      Importância da alimentação 

Nos primeiros meses de vida, a amamentação garante o crescimento e o desenvolvimento saudável do bebê. O leite materno é um alimento natural, rico em nutrientes e atende perfeitamente às necessidades alimentares desta fase e, entre as vantagens, está a de estimular o desenvolvimento dos dentes e da face.

Ao introduzir a papinha os alimentos não devem ser completamente dissolvidos. Pequenos pedaços auxiliam na massagem da gengiva e podem ser partidos por ela. Esse processo ajuda a fortalecer a musculatura orofacial e não criar modismos na hora de comer. 

Assim que os dentes começaram a nascer, a recomendação é que sejam ofertadas comidas sólidas, como pedaços de cenoura e pepino, para estimular a mastigação. Nesse período é importante acompanhar a criança e perceber a mastigação, para que o alimento não seja engolido inteiro e corra-se o risco de asfixiar. 

Com um ano e meio a dois a criança já está apta a comer a mesma comida do adulto, sem a mãe precisar amolecer ou amassar. Respeitando cada fase, a musculatura oral terá força para o bom desenvolvimento das estruturas faciais, como arcada dentária e mandíbula, facilitando assim a respiração nasal e a aquisição da fala.

E, mesmo depois dessa fase, alguns cuidados devem ser tomados. Evitar doces é um deles, já que, dentro da boca, o açúcar refinado se torna um ácido e atua diretamente no esmalte dos dentes, deixando a criança expostas à cárie. Quanto mais vezes por dia isso acontece, e quanto mais tempo o açúcar permanece na boca, maiores as chances são as chances.

Banner

  

Endereço
Rua João Falarz, 1292 - Campo Comprido
CEP 81280-270 Curitiba/PR

Horários de Funcionamento
Segunda a sexta-feira: 9h às 20h
Sabado: 9h às 13h