GRAVIDEZ

 
A importância dos cuidados com a boca durante a gravidez
  
Se você está grávida, deve saber que tem uma lista razoável de coisas a fazer nos próximos meses para garantir sua saúde e a do bebê. Visitar o obstetra regularmente, fazer ultrassons, cortar a bebida alcoólica, praticar uma atividade física, prestar atenção ao cardápio... Mas há um detalhe que nem sempre é conversado nas primeiras consultas médicas: você também precisa cuidar com carinho da sua boca.
 
Por conta dos hormônios da gestação, especialmente a progesterona, as mulheres têm mais tendência a apresentar problemas como a gengivite, que pode causar incômodos e levar à perda de dentes se não for tratada corretamente. Além disso, estudos científicos apontam que há uma relação entre doenças periodontais e ocorrência de partos prematuros ou bebês de baixo peso no nascimento.
 
Para orientar médicos e gestantes, a Academia Americana de Periodontologia, em parceria com a Federação Europeia de Periodontologia, publicou recentemente um guia de recomendações sobre a saúde bucal nesse período.
 
“Escovar os dentes e passar fio dental com frequência, além de visitar o dentista durante a gravidez, pode diminuir a chance de complicações. É importante para as mulheres monitorar sua saúde bucal e conversar com o especialista sobre os cuidados adequados. Cuidando da boca você não está apenas contribuindo para sua saúde como um todo, mas garantindo uma gravidez segura e saúde para seu bebê”, afirmou em nota Nancy Newhouse, presidente da Academia Americana de Periodontologia.
 
De acordo com Marcia Vasconcelos, membro do conselho científico da Associação Brasileira de Odontologia, os cuidados durante a gravidez são os mesmos que os dentistas recomendam para qualquer pessoa: escovação, fio dental, controle da dieta e uso do flúor. O problema é que naquela semana mais corrida, que a gente fica sem escovar os dentes depois do almoço ou exagera no doce, as grávidas, por estarem mais sensíveis, podem apresentar sinais como gengiva inflamada, vermelhidão e sangramento durante a escovação.
 
Uma dica é ter sempre uma goma de mascar sem açúcar na bolsa, para evitar a formação de placa e amenizar os efeitos da falta de escovação em dias complicados. Massagear a gengiva com o dedo depois da escovação favorece a circulação nessa área e também ajuda na prevenção da gengivite. Para quem sente enjoo pela manhã, vale trocar a marca do creme dental e deixar para fazer a higiene bucal após o café.
 
Caso você sinta dor ou note que a vermelhidão ou sangramento persistem, procure seu dentista. O ideal é que ele esteja em contato com o obstetra que acompanha sua gravidez para realizar o tratamento mais adequado. Se o tratamento que você quer fazer não é urgente, o ideal é esperar pelo segundo trimestre da gestação ou mesmo o nascimento do seu bebê. Caso uma intervenção cirúrgica seja necessária, é possível usar uma anestesia local específica, sem vasoconstritores. Tratamentos estéticos, como clareamento, não são proibidos, mas como não há estudos que atestem sua segurança, o melhor é adiar.
 
Banner

  

Endereço
Rua João Falarz, 1292 - Campo Comprido
CEP 81280-270 Curitiba/PR

Horários de Funcionamento
Segunda a sexta-feira: 9h às 20h
Sabado: 9h às 13h